BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Dicionário (da cena Homebrew) do PSP



Navegando no site QJ.net me deparo com o novo “feature” do site, são super guias sobre PSP. O primeiro guia feito foi um dicionário super completo da cena homebrew do PSP. Gostei tanto que deu vontade de traduzi-lo e postar aqui no blog para vocês, então aí vai:

Brick ou tijolo – Um brick ocorre quando um aparelho eletrônico fica inacessível ou até mesmo inoperável, se tornando assim um tijolo inútil. Isto ocorre quando um ou mais componentes vitais do aparelho fica corrompido. A causa pode ser por conta de erros no Firmware do PSP, nas chaves do IDStorage ou no IPL. Você pode evitar muitos bricks lendo o manual do homebrew antes de instala-lo.

C and C++ – Duas das linguagens mais populares na programação do PSP. C++ é mais poderosa, mas C é mais fácil de manipular. Eles são usados normalmente em conjunto com programas de computador chamado “toolchair”.

Changelog ou lista de mudanças – Normalmente encontrado nos arquivos de texto “ReadMe” ou “Leia-Me” dos aplicativos homebrew. Contêm documentadas as mudanças da aplicação durante todo seu processo de desenvolvimento como um histórico.

Cold Boot – Um “hard start” de seu PSP. Basicamente é quando seu PSP se inicia, e você ouve o sonzinho da entrada, então você vê essa tela:
coldboot
CSO Um método de compressão. Usado para compactar imagens ISO de jogos UMD de PSP. Às vezes também chamado de CISO (Compressed ISO – ISO Comprimido).

CTF – Um formato de tema que oferece mais personalização do que o formato PTF (potencialmente também o mais perigoso). Temas em CTF requer custom firmware (CFW) e pode mudar tudo desde ícones de seu XMB até o Cold Boot do seu PSP.
Custom Firmware ou CFW – Custom firmware são versões modificados do firmware oficial do PSP. Custom firmware permite execução de homebrews e maior nível de personalização do PSP.


Blogos
Dark AleX – Carinhosamente conhecido como DAX/God/Deus entre sua querida legião de seguidores. Embora ele quase não se pronuncia, DAX é conhecido por sua rapidez em lançamentos de CFW estáveis, como também seus incríveis programas e homebrews como Despertar del Cementerio, Time Machine, e o seu mais novo homebrew LEDA.

Despartar del Cementerio – Um unbricker universal desenvolvido pelo DAX. Com exceção do PSP-3000 e dos modelos com a placa-mãe TA-088v3, Despertar del Cementerio possui habilidade de “unbrickar” qualquer PSP independentemente do firmware, região, modelo e placa-mãe.

Downgrade – Downgrading é o processo de instalação de uma versão antiga de firmware no seu PSP. Isso não é suportado pela Sony e pode remover algumas das funções do PSP que somente estão disponíveis na versão mais novas dos firmwares. Downgrading normalmente acontece quando você precisa rodar certos homebrews.

Downgrader – Uma aplicação ou programa que permite você fazer o downgrade do firmware do seu PSP.

Dump – É um termo mais bonito para ripar, no sentido de que dumping geralmente significa fazer backup de dados, simplificando significa pirataria. Quando você dumpa uma ISO, por exemplo, isto significa que você tira uma cópia do jogo de um CD/UMD/cartucho e transforma num arquivo. Quando você dumpa a NAND de seu PSP, isso significa fazer uma cópia dos dados que fazem seu PSP ficar vivo.

EBOOT – Refere-se tanto no formato executável como no processo de executar códigos não-licenciados no PSP. Em outros termos, se nós temos os arquivos executáveis (.exe) para rodar/instalar programas nos PCs, nós temos os EBOOTs para o PSP.
eLoader – Abreviação de EBOOT Loader. Ele permite que você rode homebrews em PSP FW 2.0+.
daedalus



Emulator ou emulador –  Um programa que emula outros sistemas de videogame, e permite que você jogue jogos desta plataforma. Um emulador de Super Nintendo por exemplo, permite você jogar ROMs de Super Nintendo. Em termos de emuladores, uma ROM é uma cópia dos dados que compõe o jogo. ROMs são feitos no processo de dumping. Zx-81 é um dos mais prolíficos programadores que realizou um zilhão de emuladores. DaedalusX64 é um emulador de Nintendo 64 em desenvolvimento.


Exploit – Você costuma ouvir desenvolvedores ficarem eufóricos quando soube que alguém achou um exploit. Exploits são pontos fracos achados em firmware, permitindo você executar códigos não-licenciados. O último exploit que foi achado, foi em um jogo velho de PSP, GripShift, que expôs uma vulnerabilidade no PSP-3000.

Firmware ou FW – Se os PCs tem BIOS (aquela tela azul ou preta que aparecem quando você inicia seu PC), então os PSPs tem FW. Firmware é basicamente um programa de computador que está embutida em um dispositivo de hardware.
firmware

Flash0 and Flash1 – Isso é o coração e o cérebro de seu firmware. Essas pastas contém arquivos necessários para que seu PSP funcione. É melhor você não brincar com eles a não ser que seu nome seja Dark_AleX. Se você achar que precisa brincar com eles, tenha certeza que você tenha feito backups, senão seu PSP pode virar um tijolo.

Flashing – Reescrevendo (adicionando, deletando, mudando) o conteúdo da sua memória flash. Será preciso dizer que você pode brickar seu PSP se você não souber o que está fazendo? Acho que não, né.

Hard Down – Downgrading feito através do hardware, o oposto de Soft Down.
Hello World – Um programa simples usado para testar exploits, aparecendo um texto na tela dizendo “Hello, World.”.

HEN (Homebrew Enabler) – Uma aplicação que permite um código não licenciado ou um homebrew seja executado no PSP usando exploits dos firmwares do 2.00 até 3.50 e até mesmo alguns jogos comerciais, desde que seja possível.

Homebrew – Jogos e aplicativos criados por programadores de software não-oficiais, ou seja, literalmente “feitos em casa”.

IPL (Initial Program Loader) – O IPL é uma parte do software do sistema do PSP que é o primeiro a ser executado durante o processo de boot. Ele é responsável pela leitura do software do PSP.
irshell


iR ShellUma interface criado pelo AhMan que atua como um sistema operacional e de navegação. É uma ferramenta organizacional que basicamente substituí o XMB do PSP. Em vez de usar o XMB, você usa o iR Shell para carregar e executar coisas, acessar as ferramentas do PSP, etc.

ISO – ISO é uma abreviação de ISO 9660, uma norma pública pela International Standards Organisation para descrever um formato padrão para imagem de disco. ISOs de PSP são arquivos que contém uma imagem do conteúdo de um disco UMD, normalmente um UMD de jogo.

JigKick Battery – Veja em Pandora’s Battery 


Kernel – Um componente que concede normalmente acesso não autorizado para os usuários. É basicamente uma barreira que previne os usuários de acessar coisas que pode causar danos no funcionamento do sistema.

Lua – Lua é uma linguagem simples e leve utilizada para criar jogos e aplicações. Ele é normalmente usado como uma linguagem de programação básico para jogos e aplicações para PSP.

Magic Memory Stick – Veja em Pandora’s Battery


Mod (hardware) – Mods referem-se às modificações físicas feitas no PSP. Isto pode variar de simples mudanças até as extensas mudanças. Um exemplo de uma mudança extrema é este mod do alien_x, que desmontou todo o PSP e suas entranhas dispostas sobre uma folha de plexiglass:
plexiglass

ms0: – Você irá ouvir muito isso quando estiver mexendo com homebrews. Isto refere-se o diretório principal do seu memory stick.

NAND Chip – Você ocasionalmente irá encontrar esse termo sem se tratando de desenvolvedores. Ele refere-se o chip de seu PSP que contém dados sensíveis, como IPL, o IDStorage e a memória flash. Usuários ocasionais de homebrews não precisam se preocupar sobre isso.

Pandora’s Battery ou Bateria de Pandora – A Bateria de Pandora do Team C+D é o nome coletivo para o kit: Magic Memory Stick+JigKick Battery. Esses dois podem ser usados para fazer downgrade ou desbrickar um PSP. Um Magic Memory Stick é um Memory Stick Pro Duo convertido, enquanto um JigKick Battery é uma bateria de PSP convertida. No começo da cena homebrew era um processo bem complicado, mas desde então esse processo foi simplificado por vários homebrews disponíveis para isso.

Plugin (arquivos PRX) – Usados em CFW para customizar as funções de seu PSP. Os plugins podem ter várias ou específicas funções, desde coisas simples como desligar a tela do seu PSP para economizar bateria à fazer o seu PSP parar de ler o UMD quando você estiver no XMB. Para ativar os plugins, você irá precisar editar o VSH.txt que está na pasta seplugins de seu memstick e então você deve ativar o plugin via VSH Menu.

pops
POPS – Este é o emulador de PSOne interno do PSP (portanto é oficial). Abreviação de PopStation.
Popsloader – Alguns firmwares tem dificuldade de rodar certos jogos de PSOne, então o Popsloader está aí para carregar o POPS de outro firmware para fazer eles rodarem corretamente.

Portal – Em termos de PSP, portal é uma página que contém jogos em Flash, aplicações e links para outros sites úteis. Portal de aplicações para PSP pode ser acessados no navegador interno do PSP.

PSP (PlayStation Portable) – Um videogame portátil lançado pela Sony.

PSP Brite – Este nome refere-se à série PSP-3000. A série 3000 apresenta melhorias na tela LCD que possui cores mais vivas, taxa de contraste cinco vezes maior, resposta dos pixels foi diminuída pela metade e a tecnologia anti-reflexo foi melhorada para que as jogatinas ao ar livre fique ainda melhor.

psp PSP Phat ou fat – Este nome refere-se à série PSP-1000.

PSP Slim – Este nome refere-se à série PSP-2000, que é 33% mais leve e 9% mais fino do que a série PSP-1000. A memória interna (RAM e Flash ROM) é o dobro do Phat, 64 MB enquanto o Phat possui somente 32 MB. Essa memória extra abriu várias possibilidades no desenvolvimento de homebrews.

PTF – Um formato de tema que oferece pouca customização comparado ao formato CTF. Temas em PTF pode ser executados em firmwares oficiais (OFW) e normalmente mudam somente os ícones e o papel de parede do XMB.

Recovery Menu – Antes do lançamento da Bateria de Pandora, o Recovery Menu atuou como a única ferramenta para recuperar PSPs, desde que ainda seja possível acessa-lo no PSP, ou seja, um PSP semi-brickado. Ele também pode ser usado para fazer mudanças no firmware do PSP e suas funcionalidades. É nele onde você deve ir para ativar plugins. Você pode acessar o Recovery Menu segurando o R enquanto você estiver ligando seu PSP.

ReadMe ou Leia-Me – Normalmente vem junto com os homebrews. Deverá conter informações úteis como os procedimentos da instalação, changelogs e bugs. É aconselhável que você leia-o antes de instalar o homebrew.
wii
Shell – Shell é um sistema operacional alternativo que substitui o XMB do PSP. A maioria dos shells são cópias das funções dos originais, acrescentando alguns recursos extras como overclock do CPU, leitor de textos e ebooks e etc. Ele pode até mesmo imitar ambientes de outras plataformas, como do Windows, Mac OS, iPhone e até mesmo o do Wii. Talvez o mais popular dos shells seja o iRShell do AhMan.

Soft Down – Downgrading feito através do software, o oposto de Hard Down.

TA-088v3 Motherboard – O que você deve sempre temer e evitar se quiser ter CFW em seu PSP. Está placa aparece em alguns modelos mais recentes do PSP Slim. Desenvolvedores continuam tentando descobrir um método de como hackear essa placa-mãe. DA lançou um programa que permite você saber se seu PSP possui a placa-do-demônio.
xmb
Theme, XMB Theme – Temas de PSP permite você mudar a aparência do XMB do seu PSP. Foi implementado no firmware 3.70, a Sony lançou temas oficiais de PSP, juntamente com um programa que permite que qualquer pessoa crie os seus próprios temas. O número de temas oficiais da Sony ainda são insignificantes em relação aos temas “não-oficiais” criados pelos usuários.

VSH – Outro nome para XMB, mas ele possui mais acessos às configurações do PSP do que o XMB.

VSH Menu – Permite que você altere determinadas funções no seu PSP, como a velocidade do Clock do CPU e também permite o acesso ao Menu Recovery. Se você possui CFW no seu PSP, você pode acessar ele pressionando Select enquanto estiver no XMB.

XMB (Cross Media Bar, XrossMediaBar) – O XMB é a Interface Gráfica do Usuário (GUI – Graphical User Interface) do PSP. Basicamente ele é o menu principal, aonde você acessa as principais funções do PSP, como rodar vídeos e músicas, rodar jogos e acessar a PlayStation Network (PSN). Ele é muito intuitivo e a Sony ainda ganhou um Emmy Award por isso.
Bom então é isso galera, deu muito trabalho. E não esperem que eu vá fazer outro artigo desse tamanho tão logo.

Idéia original: Karl B. do site QJ.net
Tradução e Adaptação: LioceLOT~waf

2 comentários:

goom disse...

faltou o CFW e OFW

é super newbie mas eu não sabia o q era e dei uma pesquisada...

Custom Firmware e Official Firmware

(ou é original firmware?)

hehe

Anônimo disse...

até tem o CFW e OFW mas estão separados